Criando uma Máquina Virtual com o Oracle VirtualBox

1 – Introdução

Neste primeiro post vou mostrar como utilizar do recurso de máquinas virtuais para ambientes de testes e de produção. Um grande número de posts deste blog utilizará de máquinas virtuais para criar ambientes de testes adequados.

Hoje, a máquina virtual mais utilizada, voltada para o usuário final, é o VirtualBox. O VirtualBox, da Oracle, é uma solução de software open source licenciado pela GNU General Public License (GPL) versão 2.

Mas o que é uma máquina virtual?

Conforme definição encontrada no site da Wikipédia:

Na ciência da computação, máquina virtual é o nome dado a uma máquina, implementada através de software, que executa programas como um computador real, também chamado de processo de virtualização.

Uma máquina virtual (Virtual Machine – VM) pode ser definida como “uma duplicata eficiente e isolada de uma máquina real”. A IBM define uma máquina virtual como uma cópia isolada de um sistema físico, e esta cópia está totalmente protegida.

fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre – 31 Jul 2014

Desta definição podemos ver que uma máquina virtual é apenas um software rodando dentro de seu pc. Uma das máquinas virtuais mais conhecida é a JVM ( Java Virtual Machine ), que é uma implementação de uma maquina virtual exclusiva para executar programa em Java ( byte codes ). Mas nos interessa a criação de uma máquina virtual onde possamos executar qualquer programa, do mesmo modo que executamos numa máquina real. Por exemplo, vamos supor que você atualizou o sistema operacional de seu computador para o Windows 10, e então descobriu que uma de suas aplicações mais usadas ainda não é compatível com esta versão do Windows. A primeira ideia seria remover o Windows 10 e reinstalar o Windows 7, mas além desta solução, você pode apenas instalar um software tipo o VirtualBox e criar uma máquina virtual com o Windows 7. Deste modo você instala seu software no Windows 7 e continua  podendo utilizar os novos recursos do Windows 10 para as demais aplicações.

Existem várias plataformas (soluções) para a criação de maquinas virtuais. Inclusive muitas opções gratuitas. Estas plataformas, são o software que irão simular um novo hardware dentro de seu computador. A nova maquina será vista como uma aplicação, apenas uma nova janela em seu computador. Segue algumas opções de softwares de emulação:

As soluções oferecidas pela VMware são uma das mais tradicionais no mercado, tendo sido uma das empresas pioneiras neste tipo de tecnologia. Por sua vez, o Virtual Box da Oracle, é uma alternativa às maquinas virtuais, muito mais recente e com um grande número de usuários. Vamos adotar o VirtualBox como nossa solução de virtualização. Mas antes de prosseguir com o artigo vamos fazer algumas definições:

  • host – Máquina real
  • guest – Máquina virtual (simulada)
  • sistema host – Sistema operacional da maquina host
  • sistema guest – Sistema operacional da maquina guest

Uma máquina virtual criada com o VirtualBox emula todos os hardwares básicos e diversos outros hardwares opcionais. Muitos dos hardwares reais são acessados por um simples “by pass”, que permite um excelente desempenho apesar de ser uma máquina virtual.

Atualmente, O VirtualBox roda no Windows, Linux, Macintosh e em Solaris. Além de suportar um grande número de sistemas guest incluindo, mas não somente, o Windows (NT 4.0, 2000, XP, Server 2003, Vista, Windows 7, Windows 8, Windows 10), DOS/Windows 3.x, Linux (2.4, 2.6 e 3.x), Solaris e OpenSolaris, OS/2, OSX e OpenBSD.

2 – Pré-Requisitos

Considerando que seu sistema host seja o Microsoft Windows (Recomendável Windows 7 ou superior), você irá precisar dos seguintes componentes:

  1. VirtualBox 4.0 ou superior, também pode ser utilizado o VMware Player como alternativa ou outra plataforma de virtualização de sua preferência.
  2. Extension Pack – complemento de funcionalidade do VirtualBox.
  3. Mídia de instalação do sistema guest (CD ou imagem iso).

Vamos inicialmente baixar a versão mais recente do VirtualBox e sua respectiva Extension Pack, isto pode ser feito diretamente neste link. Após o download do VirtualBox e do Extension Pack, inicie e siga o procedimento de instalação do VirtualBox.

Procedimento de instalação:

  1. Na tela de Boas Vindas (Welcome to the Oracle VM VirtualBox), clique em Next (Avançar).
  2. Na tela de personalização da instalação (Custom Setup), pode deixar as opções sugeridas pelo instalador. Neste momento é possível também selecionar uma pasta de instalação personalizada. Clique me Next (Avançar).
  3. Na próxima tela, será exibida opções de criação dos atalhos de inicialização e registro das extensões de arquivos do VirtualBox.
  4. Na próxima tela, você recebera um aviso sobre a criação de interfaces de redes virtuais. O sistema solicita sua confirmação para a criação das interfaces. Basta clicar em Yes (Sim).
  5. O sistema informará que está pronto para  proceder a instalação. Clique em Install (Instalar).
  6. Aguarde o procedimento de instalação e confirme qualquer aviso de segurança do windows, permitindo as alterações solicitadas.
  7. No final do processo, deixe a opção de “Iniciar o VirtualBox após a instalação” e clique em Finish (Finalizar).

O VirtualBox e os atalhos selecionados serão instalados em sua máquina host. Assim que concluir a instalação, o VirtualBox será aberto. Neste momento devemos proceder a instalação do “Extension Pack”. Para tal siga os seguintes passos no VirtualBox:

  1. Clique em “Arquivo (F)”, no menu exibido, clique em “Preferências… (Ctrl + G)”.
  2. Na tela de preferências que será exibida, selecione o item “Extensões” da lista a esquerda.
  3. Clique no botão “Adds new package.” Botão Add.
  4. Selecione o arquivo da “Extension Pack” que foi baixado anteriormente. Clique em “Abrir”, em seguida em “Instalar”.
  5. Aguarde o processo de instalação, confirmando a licença quando solicitado(navegue até o final da licença para liberar o botão de confirmar).

Agora que o VirtualBox já foi devidamente instalado, podemos iniciar a criação de nossa primeira máquina virtual.

3 – Criando uma Máquina Virtual

Após o processo de instalação, inicie o VirtualBox, você verá a seguinte tela:

Tela inicial do VirtualBox
Tela inicial do VirtualBox

Clique em “Novo” para iniciar o processo de criação de nossa máquina virtual. Isto irá abrir a seguinte tela:

Criar Máquina Virtual
Passo inicial para a criação de uma nova máquina virtual no VirtualBox

 

Para criar uma máquina virtual nova, informe um nome. Em seguida selecione o tipo e versão do sistema operacional (guest) que será instalado nesta máquina e clique em “Próximo”.

No passo seguinte, você deve informar qual a quantidade de memória RAM que será reservada para a máquina virtual. Esta será a memória RAM da máquina virtual disponível para o guest. Informe uma quantidade de acordo com sua necessidade e disponibilidade. Lembrando que isto será retirado de sua máquina real.

Tamanho da Memória
Definindo a memória para a nova máquina virtual

Após informar o tamanho da memória desejada, clique em “Próximo”.

O próximo passo é a especificação do disco virtual (HD) que será usado pela nossa máquina virtual. Podemos optar por não adicionar um disco(por exemplo para usar com uma imagem tipo “Live”), Criar um novo disco virtual (opção padrão) ou mesmo utilizar um disco virtual existente.

Disco Rígido
Definindo o disco rígido virtual para a nova máquina

Clique em “Criar” para iniciar o processo de criação de um novo disco virtual. Será exibida a seguinte tela:

Criação do Disco Rígido
Opções de discos para a criação de um novo disco virtual

Selecione o formato VDI ( VirtualBox Disk Image ) para a criação do nosso disco rígido. Clique em “Próximo”.

Tipo de Alocação
Tipos de alocação de espaço do disco virtual

O disco pode ser “Dinamicamente alocado” ou de “Tamanho fixo”, pode deixar na opção padrão e clicar em “Próximo”.

Definição do Disco Virtual
Definição do nome e tamanho do disco virtual

Além de selecionar um tamanho, ainda devemos nomear o arquivo que será gerado para a criação do disco rígido virtual. Cada disco virtual criado para a maquina guest é armazenado como um arquivo no host. O tamanho do disco deve ser planejado de acordo com a finalidade desejada para a sua máquina virtual. Após definir estas opções, clique em “Criar”.

Parabéns! Você acaba de criar sua primeira máquina virtual. Mas ainda não podemos utilizar ela, pois ela está sem sistema operacional. Nos próximos passos vou te guiar na instalação de um sistema operacional linux.

Nova Maquina Virtual
Tela com a maquina virtual recém criada

 

Um comentário em “Criando uma Máquina Virtual com o Oracle VirtualBox”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *